J. B. de Carvalho – Xangô Dzakutá – 1968

J. B. de Carvalho – Xangô Dzakutá – LP – (Musicolor-1968) – 1. Suará; 2. E, Rê, Rê, Rê; 3. Babaokê; 4. Espada de Ouro; 5. Ogun Sete Espadas; 6. Exaltação à São Jorge; 7. Lamento Negro; 8. Atraca, atraca; 9. Rainha do Mar; 10. Deusa do Mar; 11. Uma estrela no Mar; 12. Moça Bonita;

 

J. B. de Carvalho neste disco traz alguns pontos de raiz devidamente “adaptados” em seu nome, seu único pecado. O coral de fundo é um pouco exagerado e as vezes incomoda, mas a percussão é pesada, com ritmistas muito bons, onde se houve bateria, pandeiro, congas, atabaques, agogôs e claves. Um baixo é o único instrumento melódico e não chega a comprometer. Apesar de datado e dos exageros vocais, é um bom disco. O detalhe estranho é que o disco se chama Xangô Dzakutá e não há menção ao mesmo em nenhuma faixa…

Para ouvir a faixa 2, “Suará”, clique abaixo:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s